Comun Tierra

Uma Exploração de Comunidades Sustentáveis na América Latina.

Você está em:

Blog

Universidade da Terra!

Postado em 27 de Abril de 2011
anterior proxima
Gustavo  Ryan e nossos amigos na visita Gustavo Ryan e nossos amigos na visita
Bici-Maquina produzida por alunos bombea agua para a caixa. Bici-Maquina produzida por alunos bombea agua para a caixa.
Banheiro Seco na sede Banheiro Seco na sede
Horta demostrativa de agricultura urbana Horta demostrativa de agricultura urbana
Cultivando, Reciclando Cultivando, Reciclando
Gustavo e nossos amigos do Biotu Gustavo e nossos amigos do Biotu

Você já imaginou: uma universidade que não pede pré-requisito escolar? Um centro de educação aberto para entrar sem necessitar burocracias ou competições? E que não precisa pagar pra estudar? Um lugar que oferece chances de aprendizado iguais para indígenas, estrangeiros e mestiços locais? Ou um lugar onde se aprende fazendo exatamente o que se quer? E com aprendizado livre?

Dentro de um sistema de educação moldado por regras e títulos, por normas e conceitos, parece impossível imaginar, mas não dentro das livres estruturas na Universidade da Terra, de Oaxaca.

Universidade da Terra é um projeto que tivemos a chance de conhecer em nossa estadia por Oaxaca, um espaço de aprendizado livre que tem como propósito contribuir para a busca de conhecimento através da prática. Por isso são aplicadas formas democráticas de aprendizado dentro de uma estrutura horizontal, onde os alunos decidem o que aprender e são apoiados por pessoas do projeto. Sem nenhuma pirâmide! Os formatos de aprendizagem são totalmente abertos, diversos e livres, desenvolvendo-se e transformando-se todo o tempo, assim como esses conceitos.

Soa no mínimo diferente, não?

Pois exatamente isso que a Unitierra é, um lugar diferente que se define como espaço de aprendizagem ao invés de Instituição de Ensino. Um lugar que apóia o conhecimento através do exercício da autonomia, consciência e trabalho prático. Como diz Gustavo Esteva, um dos fundadores do projeto que nos recebeu em uma das nossas visitas ao local: “tentamos estabelecer um ambiente para aprender com diversão e liberdade, junto de amigos”.

Em termos reais, Unitierra é um projeto muito conectado com sua realidade local: o estado de Oaxaca no México é formado por uma grande população indígena que vive em pequenos povoados ou bairros populares, com necessidades específicas e muito diferentes das realizadas por tradicionais e padronizadas profissões diplomadas. O projeto oferece possibilidades de aprendizado mais engajadas e envolvidas com as necessidades locais. Por isso o formato é diferente pra cada novo estudante.

Mas como esse formato funciona? “É bastante simples”, como diz Gustavo: “Nossa intenção é aprender fazendo dentro da sociedade. Então através de redes de contato dos organizadores se cria uma ponte e conexão dos aprendizes com pessoas das áreas onde querem atuar. E eles aprendem trabalhando e praticando com essas pessoas”.

Não tem sala de aula, medição de presença, notas, avaliações, não tem uma regra de tempo, mas tem atuação na área ao qual um se interessa, tem espaço para explorar e “inventar” as atividades que cada um quer fazer. O importante é ter espaço e liberdade para praticar, ter idéias, usar a criatividade e conhecer o assunto. Por isso o nível de aprendizado, os locais de pesquisa, o tempo de envolvimento serão definidos pelo estudante que está orientado por alguém da área que ele quer aprender. Os orientadores podem ser: um profissional, uma ONG, uma família, um centro de trabalho, etc.

Na pequena sede de Unitierra existe uma grande biblioteca, um centro de comunicação e área de demonstrativa de eco técnicas e cultivos internos, todas construídas e mantidas pelos alunos. No local também são realizados: encontros, diálogos interculturais, debates, seminários de discussão, eventos... todo tipo de atividades que abrem espaço para os envolvidos refletirem sobre questões relevantes da sociedade. Desenhando, juntos, alternativas para o mundo atual e aplicando essas alternativas nas suas atividades. É uma universidade da vida!
Veja abaixo algumas fotos:

 

Gustavo aprensentando um projeto de uma aluna que aprendeu tecnicas de cultivo e agora ensina a outras pessoas.

Gustavo, Ryan e Domingo (nossos amigos do Projeto Biotu estiveram presentes na nossa primeira visita!)

Técnica de Irrigação por goteiras

 

Participamos de um dos seminarios onde se discutiam formatos e exercicios de povos autonomos em Oaxaca.

 

Quando perguntamos a Gustavo sobre números, são difíceis de dar: “os resultados são muitos e difíceis de quantificar porque o nosso impacto vai muito além dos alunos e chega em muitas comunidades”. Como quantificar o significado um filho de campesino que aprende técnicas de irrigação numa região árida e ensina os agricultores locais a fazerem o mesmo? Como quantificar o impacto de um trabalhador que faz reflorestação e planta árvores que mudam um ecossistema inteiro? Ou um profissional que faz comunicação social livre e apóia rádios comunitárias? São histórias como essas que Unitierra coleciona e que vão, pouco a pouco, apoiando o aprendizado, a ação social consciente e o desenvolvimento sustentável. Seja em Oaxaca, seja em outros países...

A metodologia de “não método” além de diferente serve de inspiração para muitos projetos que estão sendo criados em outros lugares. Muitas outras Unitierra estão surgindo, em outras partes do México, na Califórnia, no Canadá... Sem nenhum modelo, sem nenhum dono, são projetos autônomos e adaptados a outras realidades por pessoas inspiradas nessa idéia. Como diz Gustavo: “Não queremos nem podemos ser grandes. As outras iniciativas são totalmente autônomas e independentes. Porque aqui gente não promove, a gente ‘com-move’”.

Que saber mais sobre isso? Visita o site deles! Ou assista o vídeo abaixo, produzido por um aluno.

E os exemplos de consciência, conhecimento e liberdade sigam caminhando juntos rumo a um mundo mais sustentável!

Letícia e Ryan
 

Comentários

  • Eli, dia Postado em 27 de Fevereiro de 2013

    hola Mi nombre es Eli my pareja y yo vamos a estar viajando Mexico- Queremos buscar poryectos donde pudiéramos aprender y ayudar- Tenemos casi dos anos estudiando agricultura sustentable- Y decidimos no ir a la escuela regular si no aprender de otras personas viajando y intercambiar ideas- Queremos ver si les apreciaria nuestra ayuda- si me pueden vandar un correr lo apreciaria- suerte Eli-

  • leticia, dia Postado em 06 de Maio de 2011

    que bueno amigo Walter! Ya envie su contacto a Gustavo, organizador del proyecto! Ojala que se puedan conectar y multiplicar sus bonitos trabajos... saludos! Leti y Ryan

  • Walter Carvallo Mendoza, dia Postado em 06 de Maio de 2011

    Felicidades por esta iniciativa revolucionaria que provoca cambios en las personas a traves del aprendisaje práctico, es muy lindo aprender haciendo y lo que más le gusta, más aún entrar a una universidad sin requisitos que es lo más pesado en las personas que quieren aprender. Bueno soy Boliviano, agrónomo con 18 años de experiencia de trabajar con los campesinos del sur de Bolivia, he impartirdo eventos de capacitación prácticos sobre agricultura orgánica y la construcción de ecotecnias que son en realidad las fincas integrales que hacen que el campesino viva dignamente, acceda a tecnologías fáciles de construir y esté capacitado a resolver sus problemas con sus propios recursos existentes en cada finca. Estuve en varios países impartiendo este tipo de eventos prácticos, me gustaria conocer y quizas ser parte de la Universidad. En este último tiempo he estado dedicado a investigar sobre la importancia de las piedras en la producción (harina de rocas), con resultados por demás buenos, por lo tanto es un tema importante que incluyo en mis eventos de capacitación. Estaré a la espera de cualquier consulta. Walter Carvallo

Comente neste post

Copyright © 2010 Común Tierra. All rights reserved. Desenvolvido por dzestudio