Comun Tierra

Uma Exploração de Comunidades Sustentáveis na América Latina.

Você está em:

Blog

ECCO 2017: O Chamado da Resiliência Planetária

Postado em 18 de Outubro de 2017

De 06 a 11 de outubro de 2017, 250 ativistas do movimento de comunidades, ecovilas, permacultura junto a líderes de povos indígenas e representantes de mais de 20 países se reuniram no Instituto Biorregional do Cerrado (IBC), em Alto Paraíso de Goiás. Foi o Encontro da Rede de Assentamentos Sustentáveis CASA Latina, o ECCO 2017.

Esse foi o segundo Encontro Internacional da Rede CASA desde sua fundação em 2012 e teve apoio e presença da Rede Global de Ecovilas (GEN) que trouxe representantes de 5 regiões no mundo (África, Europa, América Latina e Ásia).


Visolela, de Namibia, representando GEN Africa.

 

CASA LATINA

CASA Latina realizou várias atividades dentro do Encontro, e uma das mais importantes foi a sua Assembléia Geral. Os países membros e grupos de trabalho apresentaram seus projetos realizados e novas estratégias, além de eleger líderes operativos do próximo ciclo. Também foram validados os membros do Conselho da Rede que hoje tem 7 países representados.


   Assembléia do CASA Latina

 

 

 

 

 

 

 

 

Outra importante atividade de CASA no evento foi a apresentação da campanha pelos Direitos da Mãe Terra. A campanha busca multiplicar os  exemplos reais e vivos, nascidos na América Latina (Bolívia e Equador), que reconhecem os direitos constitucionais da Natureza, mostrando como são medidas possíveis de serem adotadas em qualquer região do mundo.

Palestras, dinâmicas e rodas de conversa sobre os direitos da Mãe Terra.

 

Uma das nossas atividades favoritas do encontro foi a criação coletiva de uma nova "Constituição da Mãe Terra", que não era apenas para produzir um documento, mas um ato de teatro político-espiritual com canções, dança e movimento. Foi lindo! Assista ao vídeo que produzimos aqui:

 

REDE GLOBAL DE ECOVILAS (GEN)

A Rede Global de Ecovilas também realizou várias atividades no Encontro como: o Treinamento de treinadores, Apresentação das suas Regiões, projetos como EmerGENcies e ferramentas como o Playing Cards.

No ECCO também aconteceu a Assembléia Geral do GEN, com dezenas de participantes (60 pessoas), com quase 20 países do mundo.


Grupo de participantes da Assembléia no Encontro

 

CONSELHO DE VISÕES

Nesse ano, o ECCO utiizou a metodologia dos Conselhos de Visões seguindo um modelo de encontros que acontece há mais de 20 anos na América Latina. O Conselho de Visões é composto por várias áreas temáticas que são espaços para de troca de experiência, informação e criação de redes entre os participantes. No encontro, houve 6 conselhos: Comunicação e Mídia Livre, Educação para Resiliência, Jovens, Ecologia Regenerativa e Permacultura Popular, Economia do Bom Viver, Assentamentos Humanos Sustentáveis.


 

Uma coisa bonita desse encontro foi que teve um perfil bem holístico: além das atividades das Rede e dos Conselhos, teve espaço na programação para trabalhar gestão emocional e resolução de conflitos da Rede, momentos para cerimônias, muito partilhar e várias celebrações. As reuniões e projetos para criar mudanças planetárias que aconteciam nos dias calorosos foram coloridas e celebradas por noites de talentos com muita arte, música e dança em volta da fogueira e da lua cheia.


 

A RESILIÊNCIA PLANETÁRIA NOS CHAMA

Esse Chamado da Resiliência Planetária veio com tudo. E não foi por nada. O cerrado brasileiro passa por uma das suas maiores e mais dolorosas secas, enquanto segue sofrendo desmatamento e queimadas, o que nos deu um evento com dias ensolarados, super secos, e com fortes ventanias de pó. Mas até aí tudo bem. Só que no último dia houve um dos intensos fogos da região, colocou em risco a área do IBC e todos os participantes tivemos que ser evacuados do local.

Em questão de uma hora uma força tarefa de emergência foi montada, todo o acampamento foi removido e os participantes retirados até a cidade de Alto Paraíso, enquanto uma equipe trabalhava junto aos bombeiros para conter o fogo. Depois de algumas horas de trabalho, o fogo foi controlado e acabou o risco naquele momento. Mas foi uma viva prova de fogo sobre resiliência e um alerta visível sobre a situação climática que estamos vivendo no Planeta.

Equipe do IBC no incêndio


Os desafios que vivemos na Terra estão presentes no agora. Não são um problema do futuro, são tão nossos quanto das próximas gerações. A metáfora deste encontro pra gente só reafirma como precisamos, cada vez mais,  de exercícios, modelos, exemplos, práticas para transformar nossa cultura e buscar o equilíbrio entre nós, como natureza. E essa práticas requerem sempre o trabalho em comunidade. Por isso esses espaços para trocas de aprendizagem e construção de propostas coletivas são fundamentais deixando  o conhecimento vivo e permitindo que possa ser amplificado, escalando a outros níveis além do nosso próprio movimento.


Ainda movidos pela euforia do encontro e pela intensidade do susto, saímos do ECCO mais empoderados por fazer parte de um movimento global que trabalha por uma mudança planetária. E mais ainda por saber que podemos fazer-la, JUNTOS. Agradecidos pela experiência, pelo aprendizado, pela rede! Sempre.

Seguimos tecendo!

Letícia, Ryan e Anahí

(De volta na Bahia)

 

Fotos Adicionais: CASA Brasil, IBC, NextGEN Europa

Comentários

  • Serena de Mendoza, dia Postado em 09 de Fevereiro de 2018

  • Adam, dia Postado em 31 de Outubro de 2017

  • Nando, dia Postado em 30 de Outubro de 2017

  • , dia Postado em 29 de Outubro de 2017

Comente neste post

Copyright © 2010 Común Tierra. All rights reserved. Desenvolvido por dzestudio